Sapo é Sapo, de Mas Velthuijs


Hoje, dia 5 de janeiro, conhecemos um Sapo que queria ser tudo o que não é próprio de sapo. Ora bem, era um sapo que queria ser como os outros animais e não valorizava as suas qualidades. Mas com a ajuda da Dona Coruja descobriu que "Sapo é Sapo"!
Foi a obra que o projeto "Contornos da palavras" trouxe à nossa escola.
Ficaram 2 convites:
1- Ir à Biblioteca Municipal, aos sábados, às 10h30 ou às 15h, ouvir uma história e fazer uma atividade de expressões.
2 - Fazer o cartão de leitor para requisitar livros na Biblioteca Municipal.





Sem comentários:

Enviar um comentário